Tags

,

FIEIS

Baseando-se em pesquisas feitas por cientistas e biólogos, a revista Scientific American montou uma lista com os animais mais fiéis do planeta. Monogâmicos, eles mantêm “relacionamento” com apenas um parceiro por, no mínimo, ciclo reprodutivo — inclui relações sexuais, comportamento “familiar” e ligações sociais.

Alguns deles chegam — de fato — a ficar a vida inteira com um único parceiro. E sem valer qualquer puladinha de cerca, hein? Conheça os animais mais fiéis:

1> O dik-dik é um antílope pequenino — de, em média, 60 cm de comprimento e 35 cm de altura. Ele raramente tem mais de um parceiro sexual ao longo da vida e, se isso acontece, ele é “fiel” em seus relacionamentos, deixando de acasalar com um parceiro para aí passar a acasalar com o outro. Isso acontece porque, entre outros motivos, quando a fêmea está “comprometida”, o cheiro de seu macho afasta os outros. A fêmea, por sua vez, não demonstra interesse em manter mais de um relacionamento.

2> Quem já ouviu falar no peixe presidiário ciclídeo? Ele tem esse nome porque costumeiramente tem listras pretas em todo o seu corpo — lembrando o uniforme de um presidiário. Ao contrário de outros peixes, além de respeitar ciclo sexuais para trocar de parceiro, esse animal tem comportamento paternal. Fêmea e macho acasalam, aguardam à postura e protegem os ovos, depois cuidam dos filhotes para livrá-los dos predadores. Sempre juntos!

3> A ratazana de pradaria já virou um símbolo de amor e fidelidade nos Estados Unidos. Casais de namorados até trocam o bichinho, que é doméstico, como forma de carinho. Isso porque eles têm um único parceiro sexual ao longo de toda a vida. Mesmo quando seu companheiro morre, ele tem como comportamento natural se manter fiel. Que graça!

4> O florida sandhill cane é um pássaro bem grande. Tão grande que chega a ser difícil imaginar que ele possa voar. E ele voa, sim! E o mais interessante: eles são monogâmicos e podem se comunicar com seus pares à longa distância. Isso porque os casais desenvolvem um som específico e único para chamar o seu “amado”.

5> Acredite: esse lagarto, chamado de shingleback skink, pode ser muito, muito amoroso. Ao menos com seus parceiros. Eles respeitam ciclos para trocar de companheiros e têm comportamento paternal — macho e fêmea ficam juntos desde o acasalamento até o crescimento dos filhotes. O papai é quem protege a família da chegada dos predadores.

6> Mais do que fiéis, os urubus de cabeça preta têm comportamento familiar avançado! Além de não se “traírem” na época do acasalamento, eles ficam juntos no nascimentos dos filhotes, acompanham o crescimento dos pequeninos e tendem a ficar juntos mesmo depois disso. Como se constituíssem família mesmo.

7> O rato da Califórnia é um dos animais mais fiéis do reino animal: costuma ter apenas um parceiro sexual ao longo de toda a vida, com quem acasala diversas vezes. Eles também têm comportamento familiar e tendem a acompanhar de perto o crescimento de seus filhotes.

8> O rato gigante da Malásia pode ser meio asqueroso, mas sabia que ele tem um comportamento sexual interessante? Eles mantém um único parceiro sexual ao longo da vida. Contudo, se esse parceiro morre, logo, fazem a substituição. Afinal, a vida continua, nao é?

9> O albatroz-dos-galápagos é famoso por seu “flerte”, que tem direito a ritual rebuscado e até dança de acasalamento. Mas sabia que eles também são fiéis? A maioria deles tem apenas um parceiro sexual por toda a vida e comportamento familiar — acompanham nascimento e crescimentos dos filhotes. Uma graça!

10> Já ouviu falar em cisne mudo? Pois eles são verdadeiros símbolos de fidelidade. Machos e fêmeas costumam ter um único parceiro sexual ao longo de toda a vida. E mais: o macho tende a ajudar na postura e choca dos ovos, além de procurar sempre a mesma fêmea ano após ano, em seu ciclo reprodutivo.

Fonte

Anúncios