Tags

, , ,

inibidores

Fibras e gorduras saudáveis controlam a compulsão por comida e doces.Então temos que aprender a montar o nosso cardápio e também conhecer os alimentos que ajudam a desinchar.

A dica é muito simples: os alimentos ricos em fibras promovem saciedade por que é preciso mastigá-los por mais tempo, o que resulta em ganho para o cérebro – ele recebe a informação rapidamente, antes que a pessoa exagere durante a refeição.

As fibras ainda reduzem a carga glicêmica da refeição, fazendo com que o açúcar (carboidrato) do alimento entre aos poucos na corrente sanguínea. Esse processo também controla o desejo por doces.

Então vamos incluir fibras na nossa alimentação:
1 xícara (chá) de espinafre cozido: 5,3 g de fibras
1 maçã: 4,0 g de fibras
1 pêra: 4,0 g de fibras
2 colheres (sopa) de feijão cozido: 3,8 g de fibras
1 xícara (chá) de couve cozida: 3,5 g de fibras
2 colheres (sopa) de farelo de aveia: 2,6 g de fibras
1 fatia de abacaxi: 2,5 g de fibras
2 colheres (sopa) de grão de bico cozido: 2,5 g de fibras
10 ramos de agrião: 2,0 g de fibras
3 castanhas-do-pará: 2,0 g de fibras

Além dos alimentos ricos em fibras, as proteínas e as gorduras também são aliadas no controle da gula ou compulsão alimentar. Ambas demoram mais tempo para serem digeridas, prolongando a sensação de saciedade após a refeição.

É preciso cuidado ao ingerir gorduras para tal fim. Elas precisam ser saudáveis, como as presentes no azeite, linhaça, óleo de coco extravirgem, castanhas e gordura de peixes de água fria e profunda, ricos em ômega-3, a exemplo do salmão, da sardinha e do atum.

Já as proteínas, se forem de origem animal (exceto peixe), devem ser magras. A gordura animal é a gordura saturada, prejudicial a saúde. Prefira, sempre, ovos cozidos, mexidos ou omelete, frango sem pele, carnes magras, peito de peru ou as proteínas de origem vegetal, como tofu, leguminosas (feijão, lentilha, ervilha, grão de bico) ou castanhas (do Pará, nozes, amêndoas).Fonte

Anúncios